A alegria como fonte renovadora

Segundo Alexander Lowen, a alegria é o estado primordial da existência. Partindo dessa premissa, temos de perseguir formas de resgatar essa condição.

“Mas, alguém pode se perguntar, e a tristeza? Todos nós sabemos que há tristeza na vida. Para todos nós, ela vem na perda de alguém que amamos, na perda de nosso poder através de um acidente ou doença, na frustração de nossas esperanças, Assim como o dia não existe sem a noite, nem a vida sem a morte, a alegria não pode existir sem a tristeza. Há dor na vida, assim como o prazer, mas podemos aceitar a dor desde que não estejamos presos a ela. Podemos aceitar a perda, se soubermos que não estamos condenados a um luto contínuo. Podemos aceitar a noite porque sabemos que o dia nascerá, e podemos aceitar a tristeza quando sabemos que a alegria brotará novamente. “

Temos um novo calendário inteiro a nosso dispor! Vamos lá!

Que 2017 seja o ano da nossa alegria! De sorriso consciente e forças renovadas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *