Mudar é preciso, mas como começar?

Sabemos que a única coisa certa nessa vida, é que a mudança é inevitável!

Plagiando o compositor e cantor Lulú Santos, “ Tudo muda, o tempo todo, no mundo…”

 Por que então temos tantas dificuldades para mudar e mais ainda para sustentar as mudanças?

Existem várias teorias, mas eu, particularmente, acredito que nada muda do dia para a noite, a não ser nas grandes catástrofes. As mudanças sutis não nos afetam.

O vai e vem das ondas não nos impactam a ponto de percebermos, rapidamente, o novo curso das marés.

Talvez porque estejamos desatentos, acomodados…

O fato é que existem mudanças que queremos realizar, mas mesmo assim nos mantemos desmotivados para esse processo.

Talvez porque estejamos desatentos e desconectados de nós mesmos, ou não tenhamos convicção de que a mudança é realmente urgente e necessária.

 Vários pesquisadores descrevem etapas ou estágios compondo o processo de mudança. Para Kotter, por exemplo, a mudança tem oito passos:

1.     Estabelecer um senso de urgência

2.     Criar uma colisão para a mudança

3.     Desenvolver Visão Estratégica

4.     Comunicar a visão de mudança

5.     Dar autonomia e empoderar a equipe

6.     Gerar vitórias de curto prazo

7.     Consolidar ganhos e produzir mais mudanças

8.     Incorporar as mudanças à cultura da organização

 Para abordarmos em profundidade cada um desses passos e entendermos como os aplicamos na vida prática e na mudança que queremos ver acontecer, precisaremos de muito mais tempo juntos.

Mas vamos devagar…

 Eu sugiro que você comece a pensar em 4 passos:

1.     O que mudar?

2.     Como mudar?

3.     Quando mudar?

4.     Por que mudar?

Vamos nos concentrar nas ferramentas que podemos dispor para promover essas mudanças e de novo nossa inspiração é o Kotter:

 ·        Criar imagem de futuro – Desenho de cenários

·        Alinhar a visão ao Propósito e Valores

·        Equilíbrio entre o tempo dedicado a Ação e a Reflexão

·        Conhecer o que é Urgente e Importante para mudança

·        Transformar a Visão em Estratégia e a estratégia em operação individual e de grupo

 Mãos à obra! Mudar é preciso!    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *